About ;
Laís Medeiros. 18 anos. Manias estranhas e risadas sem motivo aparente. Apaixonada por pessoas, mas mantém uma distância prudente. Gosta de escrever coisas desconexas e de morder as unhas; por isso, o blog.

Links ;
x Orkut da menina
x Flog da menina
x Dream's Angels
x O Mundo de Violet
x Luz Vermelha
x Verde Limão
x Borboleta de Aquário
x Capricornianisses
x Análise Combinatória
x LOVE!
x Caixa de Sapato
x My lifestyle


Contador ;



Arquivos;
Agosto 2006
Setembro 2006
Outubro 2006
Novembro 2006
Dezembro 2006
Janeiro 2007
Fevereiro 2007
Março 2007
Abril 2007
Maio 2007
Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007
Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007
Janeiro 2008
Fevereiro 2008
Março 2008
Abril 2008
Maio 2008
Junho 2008
Julho 2008
Agosto 2008
Setembro 2008
Outubro 2008
Novembro 2008
Dezembro 2008
Janeiro 2009
Junho 2009



Credits ;
Dream's Angels
x Dream's Angels
Template Shop e Encomendas

// sexta-feira, junho 05, 2009

oh-lalis.blogspot.com


sigam-me os bons.

Publicado por Laís Medeiros em 21:52


--------------------


// quarta-feira, janeiro 21, 2009

Oi, alguém aí?
*bola de feno rolando ao fundo*
Mais de um mês ausente. Só lembro da senha do blog porque é a mesma do orkut.
Caso alguém procure notícias:
.passei no vestibular, veja só!
.estou namorando por tempo indeterminado
.engordei três quilos
.meu cabelo parou de crescer
.perdi a eloqüência
Ando sem paciência pra isso aqui. Talvez seja o fim do SATY, depois de dois anos de intensa atividade.
Beijos aos que ficam.
(eu perdi a eloqüência, como disse)

Publicado por Laís Medeiros em 23:51


--------------------


// sexta-feira, dezembro 19, 2008

Comprei um óculos de sol.
Resisti a ele por muito tempo, não gosto de nada que me impeça de ver o mundo colorido, literal ou metaforicamente. Mas tive que ceder quando, pelo terceiro dia consecutivo, comecei a lacrimejar involuntariamente depois de três minutos exposta ao sol. Malditos olhos claros.
Sendo esse o marco final de dois mil e oito.
Dois mil e oito, ano de mudanças.
Não passei no vestibular e cortei o cabelo. Sim, uma coisa levou à outra. Me obriguei a começar um cursinho, idéia que nunca me agradou. Lugar novo, ônibus novo, trajeto novo, ruas novas. A mudança de rotina sempre me apavora. Conheci pessoas incríveis, que realmente espero manter em minha vida depois de janeiro. O cursinho faliu, tive que trocar às pressas. Mudança, mais uma vez. Aprendi a brincar de esconde-esconde com meu medo. Eu fujo dele e finjo que não o vejo. Tem dado certo, às vezes penso até que ele sumiu de vez.
Terminei um namoro e cortei o cabelo. De novo, uma coisa levou à outra. O que o cabelo representa pra mim? A sedução, a feminilidade, a atração, o encantamento; um pouco de submissão. Queria me ver livre de tudo isso, tudo que de certa forma me mantinha naquele relacionamento; e também me punir, perdendo simbolicamente algo que sempre foi importante pra mim. Contrariando minhas expectativas, o cabelo curto muito me favoreceu. Recebi elogios constantes e olhares gulosos. Talvez ser quem sou chame muito mais atenção que cachos balouçantes.
Fiz dezoito anos, comecei a usar bolsa, carteira e cartão de crédito. O que sua bolsa diz sobre você? Nunca tive uma bolsa. Andando sempre acompanhada, deixava minhas coisas com quem estivesse por perto. Minha bolsa fala sobre minha solidão, mas não aquela solidão deprimente. Estou sozinha, não conto com ninguém, por isso sempre carrego dinheiro, documentos, chaves, maquiagem, sombrinha e algum livro de bolso. Com isso eu consigo sobreviver. Não preciso que o façam por mim.
E agora, o óculos de sol. Pra me proteger, pra me disfarçar. Pra ocupar mais um espaço na minha bolsa. Pra me fazer lembrar que nem tudo que eu desprezo é, necessariamente, desprezível; que o que parece apenas fonte de incômodos pode trazer benefícios a longo prazo. E pra me ensinar a continuar enxergando as cores, a me esforçar pra não deixar meu mundo desbotado, por mais nublado que esteja ao meu redor.


Volto em janeiro, espero que já aprovada no vestibular. Um excelente e colorido dois mil e nove para todos nós.

Publicado por Laís Medeiros em 18:59


--------------------


// domingo, dezembro 07, 2008

Esse tal de futebol.
Escrevo ao som da baderna. Aparentemente hoje houve um jogo importante envolvendo Grêmio e São Paulo, e isso foi o máximo de informações que consegui obter via MSN. "São Paulo é campeão". Pega meio mal perguntar "MAH CAMPEÃO DO QUÊ?", então respondi com "hum".
Estranha essa paixão das pessoas por futebol. Nunca achei graça nesse esporte; em nenhum esporte, aliás. Assistir uma vez ou outra, vá lá. Mas nada a ponto de vestir a camiseta.
Talvez fosse bom compartilhar uma paixão coletiva, garante ao menos um assunto pra matar o tempo. Mas a apatia tem sido mais forte que eu.
Melhor preparar os fones de ouvido e os livros de bolso. A segunda-feira promete.

Publicado por Laís Medeiros em 19:03


--------------------


// sexta-feira, novembro 21, 2008

Hold on! Hold on!
Don't be scared
You'll never change what's been and gone


May your smile
Shine on
Don't be scared
Your destiny may keep you warm


'Cause all of the stars
Are fading away
Just try not to worry
You'll see them some day
Take what you need
And be on your way
And stop crying your heart out


Get up
Come on
Why're you scared?
You'll never change chat's been and gone


We're all of us stars
We're fading away
Just try not to worry
You'll see us some day
Just take what you need
And be on your way
And stop crying your heart out...

Não deve ser tão difícil.

Publicado por Laís Medeiros em 23:58


--------------------